Imobiliário – Gerar Estrutura de Custos

Questor Imobiliário, ao efetuar o  cadastro de um novo empreendimento seja ele Edifício, Loteamento, Condomínio, e possível estar gerando a estrutura de custos, esta rotina e automatizada pelo sistema, para isto basta acessar o menu Cadastro/Empreendimento, após efetuar o cadastro do empreendimento e pressionar a tecla F8 ou pressionando o ícone (indicado pela flecha preta) nesse momento o sistema ira direcionar o usuário a uma tela na qual será possível  gerar a estrutura de custos do empreendimento que está sendo cadastrado, como podemos ver na imagem abaixo.

imagem 01

Nesse momento o usuário pode cadastrar a estrutura, desta forma dividindo o empreendimento em andares, apartamentos, lotes, garagens, ou seja, dividindo da maneira que o mesmo foi projetado, primeiramente cadastrando as estruturas sintéticas seguida pelas analíticas, adicionando os  níveis da estrutura, como podemos verificar na imagem a seguir.

imagem 02

Após o termino de cadastro dos níveis pressionando  a tecla ESC o sistema retornara uma mensagem informado se o usuário deseja cadastrar a estrutura de custos, estando a estrutura configurada corretamente confirmar na tecla  SIM, desta forma a estrutura do empreendimento será gerada,  e estará pronta para se utilizada nos contratos de venda ou locação, veremos as duas situações nas imagens abaixo.

imagem 03

Após a estrutura ser gerada e possível efetuar manutenção das metragens dos imoveis,  e alterar a descrição, após alterar basta salvar que o sistema automaticamente efetuara a atualização no cadastro dos imóveis, que podem ser consultados através do menu Cadastros/Imoveis.

imagem 04

Fonte: Equipe Questor Sistemas

Postado em Questor Imobiliário, Questor Sistemas | Tags , | Deixe seu comentário

Precisando monitorar e emitir automaticamente as CND das filiais da empresa?

112_mailingcnd_junho_2_2014_face

Postado em Questor CND, Questor Sistemas | Deixe seu comentário

Versão 1.1.111.10 – Questor Tributário

Liberamos a versão 1.1.111.10 do Questor Tributário. Para analisar a documentação das alterações e implementações ocorridas nesta versão clique aqui.

Postado em Nova Versão, Questor Tributário | Tags , , | Deixe seu comentário

Bloco K – Livro de controle da Produção e Estoque na EFD ICMS IPI!

A partir de 01/01/2015, será obrigatória a entrega do Controle de Produção e Estoque, o Bloco K para EFD ICMS IPI (Sped Fiscal).
Foi liberado pela Receita Federal do Brasil uma Minuta do Guia Prático da EFD Fiscal (Versão 2.14).

Quem está obrigado a entregar o Bloco K?
Inicialmente, estariam obrigados todos os estabelecimentos industriais ou equiparados a industriais.
Mas através do Ajuste SINIEF N° 33/2013, a parte final do texto foi retirada da redação do §7°, cláusula terceira do Ajuste SINIEF n° 02/2009, ficando a critério do Fisco Estadual decidir quais estabelecimentos serão obrigados à entrega do Bloco K.

A equipe Questor já iniciou os trabalhos para fazer a importação do Bloco K, através da importação do arquivo Sped Fiscal gerado pelo sistema comercial.

Para aqueles que não desejam fazer a importação do bloco K para seu banco de dados, será disponibilizada também uma forma de mesclar o arquivo.

Para mais informações, entre em contato com a equipe Questor.

Fonte: http://www1.receita.fazenda.gov.br/sistemas/sped-fiscal/download/GUIA_PRATICO_EFD_ICMS_IPI_Versao2.0.14.pdf

 

 

 

Postado em EFD - Escrituração Fiscal Digital | Tags | Deixe seu comentário

Versão 1.1.111.10 – Questor Imobiliário

Liberamos a versão 1.1.111.10 do Questor Imobiliário. Para analisar a documentação das alterações e implementações ocorridas nesta versão clique aqui.

Postado em Nova Versão, Questor Imobiliário | Tags , , | Deixe seu comentário

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais

O Projeto MDF-e tem como objetivo a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico com validade jurídica garantida pela assinatura digital (certificado) do emitente. Esse método irá substituir a sistemática atual de emissão do documento em papel.

MDF-e
Este serviço permite que qualquer entidade que participe da operação gerada pela NF-e tenha acesso aos documentos fiscais eletrônicos (DF-e) e informações resumidas, mesmo que não tenham sido gerados por ele e que sejam de seu interesse.
Pode ser utilizado por qualquer entidade, Pessoa Jurídica ou Pessoa Física, que possua um certificado digital de PJ ou PF.
Os documentos fiscais eletrônicos e informações resumidas estarão disponíveis para distribuição por até 3 meses após sua recepção pelo Ambiente Nacional da NF-e. A distribuição ocorrerá para as entidades que desempenham papéis de emitente, destinatário, transportador e terceiros, desde que estes estejam informados no XML.
Cada entidade, de acordo com o tipo de participação na NF-e poderá realizar operações conforme tabela abaixo:

1 A NF-e estará disponível somente se o destinatário se manifestar dando “Ciência da Operação”, “Operação não Realizada” ou “Confirmação de Operação” para a NF-e.
2 A NF-e estará disponível somente para o transportador identificado no grupo X03.
3 A NF-e estará disponível para terceiros somente cujo CNPJ ou CPF estiver informado na tag autXML.
4 O resumo de NF-e possibilita a manifestação do destinatário. Ao dar “Ciência da Operação”, “Operação não Realizada” ou “Confirmação de Operação”, automaticamente a NF-e estará disponível para consulta pelo destinatário.

Fonte: https://mdfe-portal.sefaz.rs.gov.br/Site/Sobre e Nota Técnica 2014/002 – Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Equipe Questor Empresarial

Postado em NF-e, Nfe - Nota Fiscal Eletrônica, Questor Empresarial | Tags | Deixe seu comentário

DCTF referente ao mês de maio de 2014

Considerando-se que a versão 3.0 do PGD DCTF Mensal não está possibilitando que sejam escolhidas, simultaneamente, ambas as opções referentes à Lei nº 12.973/2014 para o ano-calendário de 2014, a Receita Federal irá retirá-la da Internet e solicita aos declarantes, que desejarem exercer uma das opções ou ambas, que aguardem a divulgação de uma nova versão do programa. Enquanto isso, a versão 2.5 deverá continuar a ser utilizada para a elaboração da DCTF. Portanto, será determinado novo prazo para que as opções de que trata o caput do art. 2º da IN RFB nº 1.469, de 28 de maio de 2014, sejam manifestadas.

Em vista do disposto, a atual versão do Validador DCTF (aplicativo que efetua as críticas durante a transmissão das declarações), será alterada para:

1 – considerar os novos prazos de entrega previstos nos arts. 2º e 3º da IN RFB nº 1.478, de 7 de julho de 2014, o que evitará a geração indevida de Maed; e

2 – possibilitar a transmissão de DCTF nos casos em que não houverem débitos a serem declarados. As Maed geradas indevidamente para as DCTF de janeiro de 2014, já entregues, serão canceladas.

Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/AutomaticoSRFsinot/2014/07/15/2014_07_15_15_25_46_723866014.html

Postado em DCTF Mensal | Tags , , | Deixe seu comentário

Rotina de Vale Transportes

Essa rotina vem para facilitar aos usuários do Questor, que precisam ter o controle em relação ao vale transporte, ou seja, após tudo configurado conforme as explicações abaixo, os usuários do Questor conseguem saber a quantidade exata de passes que o funcionário ira utilizar, e até mesmo se utiliza mais de uma empresa de transporte. Quando efetuar o cálculo do vale transporte o sistema demonstrará o valor que a empresa desembolsará para a compra desses passes.

Cadastramento e Configuração da Empresa

Na opção Configurações/Empresas / Utiliza Vale – transportes que possui as seguintes possibilidades:

FIGURA1VT

Não Utiliza: Para quando a empresa não utiliza nenhum tipo de controle em relação ao vale-transporte. Nesta situação não serão habilitadas as telas e opções do vale-transporte. Desta forma o usuário poderá definir eventos fixos de descontos de vales-transporte para os funcionários.

Utiliza: A opção utiliza, permite ao usuário definir todo o controle do vale-transporte, deste a quantidade de passes necessários por funcionário, os totais utilizados referentes a cada empresa de transporte, o custo total da empresa com o vale-transporte e também o valor a ser descontado do funcionário, respeitando o limite de 6% do salário ou o valor total dos passes.

Percentual Informado: Definindo a opção de Percentual informado, será necessário cadastrar uma única escala de vale-transporte, e o sistema fará o cálculo sempre de 6% sobre o salário.

Somente Controle: Com esta opção o usuário fará todo o controle do vale-transporte, conforme descrito na opção Utiliza, mas não fará o desconto do funcionário.

Cadastramento e Configuração do Funcionário.

1º Passo:

Funcionários \ Vale-transporte \ Meios de transporte

Nesta tela serão cadastrados os meios de transporte: na opção Meio de Transporte, informa o número conforme sequência ou conforme usuário desejar e na opção Nome descreve o meio de transporte que será utilizado.

FIGURA2vt

2º Passo:

Funcionários \ Vale-transporte \ Linhas de Transporte

Na parte superior da tela será feito o cadastro do percurso atendido pela linha que está sendo cadastrada, bem como a empresa que presta este serviço e o meio de transporte utilizado para isso. Na parte inferior da tela temos os valores da linha, estes valores irão gerar o valor total do vale-transporte.

Nesta tela na opção Linha, informa o número conforme sequência de cadastros ou conforme usuário desejar, na opção Nome descreve o nome da linha (por exemplo, Bairro São Cristóvão\centro), na opção Meio de transporte informa o transporte conforme cadastrado na tela anterior, e na opção Outra Empresa informa a empresa que prestará serviço de Transporte.

Obs: O cadastro desta Outra empresa terá que ser feito em Terceiros \ Outras empresas e a configuração em terceiros \ configurações outras empresas onde na opção tipo outra empresa deve ficar como ‘empresa de transporte’.

Na parte inferior da tela temos os valores da linha, estes valores irão gerar o valor total do vale-transporte.

cadastro do valor do passe

3º Passo:

Funcionários \ Vale-transporte \ Escalas

Nesta tela definiremos a escala do vale-transporte. Existem duas formas de controle da escala, uma delas é informar a quantidade de passes necessários por dias trabalhados e o sistema encontrará a quantidade de passes pelo cálculo, observando a escala de horários do funcionário. A outra é informar uma quantidade fixa de vales para o mês. Nas duas formas o sistema encontrará o valor total do vale e também o valor de desconto.

Deve-se cadastrar as escalas de acordo com as necessidades de cada funcionário, dando-se um número e um nome para a escala, posteriormente esta escala será informada no cadastro do funcionário.

Uma mesma escala poderá ter diversas linhas, de acordo com a necessidade de cada funcionário, quando os percursos são os mesmos, poderá ser utilizada a mesma escala para diversos funcionários, não precisando definir escalas iguais.

Escala de VT

4º Passo:

Após cadastrar a escala, é necessário relacionar o funcionário a Escala. Esta informação estará disponível no cadastro do funcionário, na aba, dados do contrato, o campo Escala Vale-transporte.

FIGURA5VT

5º Passo:

Funcionários \ Vale-transporte \ Cálculo Após informar a escala do vale transporte no cadastro do funcionário,  é necessário efetuar o cálculo do vale-transporte. Deve-se informar nesta tela o período, as abrangências que deseja calcular e a empresa.

CALCULO VT 6

6º Passo: Funcionários \ Vale-transporte \ Quantidades

A opção quantidades está disponível para que o usuário efetue manutenções nas quantidades de passes quando necessário.

QUANTIDADE VT1

 

OBS.: O cálculo do vale-transporte deverá ser efetuado todo mês, antes de calcular a folha, para que o sistema consiga gerar o valor correto do desconto do vale-transporte.

Sugerimos abaixo alguns relatórios que as empresas podem utilizar para colher as assinatura dos funcionários, esses relatórios somente será listado para as empresas que utilizarem toda a rotina do Vale Transporte.

Relatórios \ Funcionários \ Vale Transporte\ Vale Transp – Decl e Termo Comp

Relatórios \ Funcionários \ Vale Transporte \ Recibo Vale Transporte

Fonte: Equipe Questor Sistemas

Postado em Folha de Pagamento | Tags | Deixe seu comentário

Prazos Operação Concorrência Leal 2

Está mantida a data de 31 de agosto de 2014 como prazo final para que os contadores regularizem as pendências fiscais dos contribuintes que caíram na malha fina da operação Concorrência Leal 2.

O alerta é da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina.

A correção dos campos “Despesas”, “Estoque Inicial” e “Estoque Final” da DEFIS (Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais) deve ser efetuada até o dia 15 de julho de 2014.

Mais detalhes podem ser verificados no comunicado divulgado no último dia 29 de junho.

Fonte: Assessoria de Comunicação SEF
Link: http://www.sefaz.sc.gov.br/noticias/fazenda-alerta-sobre-prazos-da-opera%C3%A7%C3%A3o-concorr%C3%AAncia-leal-2

Postado em Dicas | Tags , , , , , , | Deixe seu comentário

Comunicado: Falta de energia elétrica

Comunicamos que estamos sem energia elétrica, estamos trabalhando para solucionar o problema.

Questor Sistemas

Postado em NotificarUsuarioQuestor, NotificarUsuarioQuestorImobiliario, Sem categoria | Deixe seu comentário